Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

FBI denuncia abusos a presos

Agentes do FBI testemunharam maus tratos contra prisioneiros e ofensas ao Alcorão na base naval de Guantanamo (Cuba).
4 de Janeiro de 2007 às 00:00
Mais acusações de maus tratos na prisão americana em Cuba
Mais acusações de maus tratos na prisão americana em Cuba FOTO: Shane T. McCoy/Epa
De acordo com o jornal norte-americano ‘Washington Post’, que cita um relatório divulgado pelo FBI em Outubro de 2002, um comandante dos ‘marines’ deitou fora uma cópia do Alcorão durante um interrogatório a um prisioneiro muçulmano. No mesmo mês, elementos que procediam ao interrogatório envolveram a cabeça de um prisioneiro com fita adesiva, alegando que o preso “não parava de citar o Alcorão”. Num outro incidente, militares terão pontapeado, pisado e até mesmo urinado sobre exemplares do livro sagrado islâmico.
O relatório resulta de uma investigação interna realizada pelo próprio FBI, durante a qual foram entrevistados 500 agentes que actuaram em Guantanamo. Mais de 20 episódios foram descritos pelos funcionários interrogados, incluindo alguns que já tinham sido anteriormente divulgados.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)