Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

FBI INTERROGA DECAPITADO

O FBI interrogou o homem que confessou ter simulado a sua própria decapitação num vídeo caseiro que circulava na internet. Benjamin Vanderford, de 22 anos, filmou tudo na garagem de um amigo e fez os meios de comunicação acreditar e noticiar mais uma execução no Iraque.
9 de Agosto de 2004 às 00:00
Imagem da falsa decapitação
Imagem da falsa decapitação FOTO: Reuters
O FBI não conseguiu ainda determinar se Vanderford violou qualquer lei, pelo que não formalizou qualquer acusação contra o jovem. Vanderford confessou tudo de boa vontade pois, como afirmou, pretendia apenas demonstrar "como é fácil manipular os meios de comunicação americanos". "Não tentei de forma alguma denegrir quaisquer vidas que se perderam, mas o meu primeiro pensamento era que aquilo (os vídeos de decapitações) podia ser forjado por qualquer pessoa", afirmou ainda.
À semelhança do que foi feito pelos radicais que executaram, em "directo", no Iraque, um americano, um sul-coreano e ainda uma terceira vítima, presumivelmente de nacionalidade búlgara, Vanderford filmou-se algemado e fingiu ser forçado a ler uma mensagem.
"Fui oferecido em troca de presos aqui no Iraque. Se não abandonarmos o país, todos os americanos serão mortos desta forma", afirmava o jovem no vídeo, que de seguida mostrava um corpo no chão, com manchas de tinta a fingir sangue e alguém com uma faca no seu pescoço.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)