Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Fidel está cada vez melhor

A controvérsia sobre o real estado de saúde de Fidel Castro continua a motivar as mais variadas reacções, O médico espanhol que examinou Fidel Castro, no final de Dezembro, afirma agora que o estado de saúde do presidente cubano tem “melhorado progressivamente”, refutando assim as informações alarmistas publicadas pelo diário espanhol, ‘EL País’.
19 de Janeiro de 2007 às 00:00
Fidel ‘presente’ em Havana
Fidel ‘presente’ em Havana FOTO: Alejandro Ernesto, Epa
As passagens “verídicas” dos artigos do jornal são “o nome do paciente, a operação a que foi submetido e a ocorrência de complicações e o resto são rumores”, declarou à cadeia de televisão norte-americana CNN o médico José Luis Garcia Sabrido. Recorde-se que este nunca foi citado pelo jornal que referiu apenas ter falado com dois médicos do hospital onde está internado Fidel. O mesmo hospital, sublinhe-se, onde trabalha José Luis Garcia Sabrido. Aliás, este apressou-se a revelar, logo após as notícias veiculadas pelo diário espanhol, que não tinha falado com nenhum jornalista sobre o estado de saúde do líder cubano.
O ‘El País’ afirmou, na passada terça-feira, que o líder cubano estava em convalescença depois de uma operação cirúrgica a 27 de Julho, apresentando um quadro clínico de “estado muito grave”. O médico espanhol, numa primeira declaração à CNN, disse que as afirmações não têm fundamento. “Toda a informação que não venha directamente da equipa médica de Fidel Castro não tem fundamento”, garantiu Sabrido que, ao regressar da capital cubana, Havana, acrescentou que o dirigente cubano não sofre de cancro e que conhece bem os membros da equipa que o segue em Cuba.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)