Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Fidel trava batalha pela vida

Fidel Castro está a travar “uma batalha pela vida”, reconheceu ontem o presidente venezuelano, Hugo Chávez, à margem da cimeira do Mercosur, que decorreu no Rio de Janeiro.
21 de Janeiro de 2007 às 00:00
O estado de saúde do líder cubano tem sido alvo de especulações
O estado de saúde do líder cubano tem sido alvo de especulações FOTO: Claudia Daut, Reuters
Fidel “está, novamente, na Sierra Maestra, travando uma batalha pela vida”– afirmou o presidente venezuelano, amigo muito próximo do líder cubano, que falou do estado de saúde de ‘El Comandante’ durante um discurso proferido perante a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro.
“Não posso dar pormenores [sobre a saúde do líder cubano], porque não sou o seu médico e, mesmo que fosse, não os daria”, acrescentou Chávez, perante a Assembleia, depois de ter sido condecorado com a medalha ‘Tiradentes’, uma das mais altas distinções brasileiras. “Existem aqueles que desejam a morte de Fidel e que afirmam que ele já está morto, mas não. Falei com ele há alguns dias”, garantiu o líder venezuelano. Apesar de ter reconhecido a gravidade da doença do amigo, o líder venezuelano reiterou, como em anteriores ocasiões, que Fidel “vai recuperar plenamente”, referiu ainda Chávez.
“Não sei quando vai morrer, mas Fidel faz parte do género de homens que nunca morrem”, prosseguiu o presidente venezuelano, comparando-o, inclusivamente, a Che Guevara.
Fidel Castro está em convalescença na sequência de uma intervenção cirúrgica aos intestinos a que foi submetido a 27 de Julho do ano passado. As autoridades cubanas, tal como a imprensa oficial, têm optado por um silêncio total sobre a sua saúde, mantendo o caso em ‘segredo de Estado’.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)