Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Filha de Nino pede fim das mortes

Desmaios, aplausos e uma queda aparatosa de centenas de pessoas que tinham subido a um muro contíguo ao cemitério municipal marcaram ontem em Bissau as exéquias fúnebres de Nino Vieira. Apesar de alguns terem ficado feridos, o funeral, ao qual assistiriam milhares de guineenses, decorreu sem incidentes.
11 de Março de 2009 às 00:30
Centenas de guineenses prestaram homenagem ao ex-presidente Nino Vieira no Cemitério Municipal de Bissau
Centenas de guineenses prestaram homenagem ao ex-presidente Nino Vieira no Cemitério Municipal de Bissau FOTO: Tiago Petinga/Lusa

Marcado para as 11h00, o funeral só teve início três horas depois devido ao atraso de 12 dos 20 filhos de Nino Vieira, que residem em diferentes países e se reuniram em Dakar, capital do Senegal, antes de rumarem a Bissau. Ainda no Parlamento, o presidente interino, Raimundo Pereira, considerou os assassínios de Nino e de Tagmé Na Waie "uma afronta às instituições da República", mas foi o discurso da filha mais velha do ex-presidente, Elisa, que mais emocionou os presentes: "Tendo ele morrido, vamos parar de nos matar de uma vez por todas."

Rajadas de metralhadoras assinalaram o momento em que todas a multidão se despediu de um dos homens mais importantes da História daquele país.

MAIS DADOS

SOLUÇÃO MILITAR

A CPLP tem instrumentos militares para ajudar a Guiné--Bissau embora a decisão seja "puramente política", afirmou o Chefe do Estado-MaiorGeneral das Forças Armadas português, Valença Pinto, em Maputo, onde se encontra de visita.

VIÚVA PARTE PARA DAKAR

Isabel Vieira, viúva do presidente guineense, partiu ontem para Dakar num avião senegalês que transportou os 12 filhos de Nino Vieira que estiveram presentes no funeral do pai. Isabel Vieira deverá seguir depois para a Bélgica.

PRESIDENTES AUSENTES

Nenhum presidente da República esteve presente nas cerimónias fúnebres do ex-chefe de Estado gineense.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)