Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Filha ficou à espera do pai no dia de anos. Não sabia que Rayshard Brooks tinha sido morto pela polícia em Atlanta

Rayshard Brooks foi abordado pela polícia quando estava a dormir dentro do carro.
Marta Ferreira 14 de Junho de 2020 às 19:48
Rayshard Brooks com a filha mais velha
Rayshard Brooks, de 27 anos, foi abatido pela polícia de Atlanta
Rayshard Brooks, de 27 anos, foi abatido pela polícia de Atlanta
Rayshard Brooks, de 27 anos, foi abatido pela polícia de Atlanta
Rayshard Brooks com a filha mais velha
Rayshard Brooks, de 27 anos, foi abatido pela polícia de Atlanta
Rayshard Brooks, de 27 anos, foi abatido pela polícia de Atlanta
Rayshard Brooks, de 27 anos, foi abatido pela polícia de Atlanta
Rayshard Brooks com a filha mais velha
Rayshard Brooks, de 27 anos, foi abatido pela polícia de Atlanta
Rayshard Brooks, de 27 anos, foi abatido pela polícia de Atlanta
Rayshard Brooks, de 27 anos, foi abatido pela polícia de Atlanta
Rayshard Brooks é o nome que está a marcar a atualidade após ter sido morto esta sexta-feira por dois polícias quando resistiu, desarmado, à detenção em Atlanta, Estados Unidos. 

A morte deste homem afro-americano acontece após o homicídio de George Floyd em Minneapolis que originou centenas de protestos em todo o mundo contra o racismo e a brutalidade policial. Mas quem era este afro-americano de 27 anos?

Rayshard era pai de três meninas, de um, dois e oito anos, e padrasto de um rapaz 13 anos. Horas antes de ser assassinado pela polícia, Rayshard estava com a filha mais velha a celebrar o seu oitavo aniversário. A festa da menina viria a realizar-se no dia seguinte, sábado, com o pai a levá-la a andar de skate, segundo avança o jornal americano USA Today. 

O advogado da família afirma que Brooks tinha levado a filha à manicure e a comer fora na sexta-feira. No sábado, a menina vestiu o vestido especial para a sua festa de aniversário e esperava pelo pai para o dia de celebração, mas Brooks tinha morrido na noite anterior. 

"Ela estava com o vestido de aniversário porque estava à espera que o pai a viesse buscar para levá-la a andar de skate", disse o advogado numa entrevista coletiva no sábado.

"Tinham [a família] uma festa de aniversário para o oitavo aniversário com cupcakes... enquanto isso, estávamos sentados a falar com a mãe sobre o porquê de o pai não voltar para casa", afirma.

Um outro advogado revelou que Rayshard tinha trabalhado num restaurante e que, este sábado, quando foram ter com a viúva para acertar pormenores do processo, as crianças brincavam e riam na festa de aniversário da menina alheias ao facto de o pai, Rayshard Brooks, ter morrido na noite anterior. 

Recorde-se que Brooks estava a dormir no carro em frente a um restaurante quando foi abordado por dois polícias. Os polícias tentaram deter o afro-americano, sem aparente motivo, e este resistiu à detenção. 

Perante a resistência deu-se uma luta 
em que a vítima terá agarrado o "taser" do agente e ter-lho-á apontado enquanto fugia, informaram as autoridades este sábado.

O diretor do Gabinete de Investigação da Georgia, Vic Reynolds, disse que o tiroteio aconteceu na sexta-feira à noite à porta de um restaurante e foi filmado pelas câmaras de segurança e por telemóveis de testemunhas.

O polícia que disparou o tiro fatal foi demitido e o outro foi colocado em serviço administrativo, anunciou o departamento de polícia este domingo. As imagens captadas pela câmara corporal dos polícias também foram divulgadas. Perante os factos, a chefe da polícia de Atlanta, Erika Shields, renunciou ao cargo.

Crystal Brooks, cunhada de Rayshard Brooks, juntou-se a manifestantes que se reuniram no local onde o afro-americano foi morto na noite de sábado. "Ele não estava a causar nenhum dano a ninguém", disse. "A polícia foi até o carro e, mesmo estando estacionado, o puxou para fora do carro e começou a lutar com ele. Ele agarrou o Taser, mas simplesmente o agarrou e correu", disse Crystal afirmando que o cunhado estava a tentar defender-se.

Pelo menos 36 pessoas foram já detidas pelos protestos que agora inflamaram com a morte de outro afro-americano em pouco menos de um mês.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)