Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Filipinas eleva alerta de super tufão em regiões onde vivem 4,3 milhões de pessoas

São esperados ventos que podem atingir os 185 quilómetros por hora devido ao fenómeno meteorológico.
Lusa 14 de Setembro de 2018 às 08:03
Tufão Mangkhut
Tufão Mangkhut
Tufão Mangkhut
Tufão Mangkhut
Tufão Mangkhut
Tufão Mangkhut
Tufão Mangkhut
Tufão Mangkhut
Tufão Mangkhut
Tufão Mangkhut
Tufão Mangkhut
Tufão Mangkhut
Tufão Mangkhut
Tufão Mangkhut
Tufão Mangkhut

As Filipinas elevaram esta sexta-feira o nível de alerta nas regiões do norte, habitadas por 4,3 milhões de pessoas e que deverão ser atingidas sábado pelo super tufão, que deverá passar depois para Hong Kong, China Continental e Macau.

Os possíveis efeitos do super tufão Mangkhut, de categoria 5, a mais alta, têm potencial para serem tão devastadores como do super tufão Haiyan de 2013 que causou mais de seis mil mortos, mil desaparecidos e 16 milhões de desalojados na sua passagem pelas Filipinas, segundo as autoridades.

Nove províncias da ilha de Luzon, no norte do país, estão desde esta manhã no nível de alerta n.º 3 (num máximo de 5), quando são esperados ventos que podem atingir os 185 quilómetros por hora.

Mangkhut obriga a adiar inscrições para a Maratona de Macau
As inscrições para a 37.ª Maratona Internacional de Macau, agendadas para o fim de semana, vão ser adiadas devido ao super tufão Mangkhut, que vai afetar o mar do sul da China a partir deste sábado, anunciou a organização.

De acordo com o Instituto do Desporto, as inscrições vão realizar-se a 22 e 23 de setembro.

Muitas atividades programadas para os próximos dias foram adiadas devido ao ciclone tropical, considerado o mais forte da temporada. O Mangkhut já obrigou à retirada de milhares de pessoas nas Filipinas e no sul da China.

Na quarta-feira, o chefe do executivo de Macau garantiu que as autoridades estão a trabalhar para responder ao esperado "grande impacto" do Mangkhut.

A 37.ª Maratona Internacional de Macau, que vai correr-se a 02 de dezembro, espera receber este ano 12 mil participantes.

O número total de vagas reparte-se pelas três corridas inscritas no programa: 1.600 na maratona, 4.600 na meia maratona e 5.800 na mini maratona.

De acordo com o mesmo instituto, os percursos vão continuar a realizar-se entre a península de Macau e a ilha da Taipa.

Em 2017, a organização decidiu aumentar o número total de inscrições de dez mil para 12 mil. Este ano, e depois de ter "recebido a atenção e a participação de corredores de longa distância de todo o mundo", decidiu manter as mesmas vagas.

No ano passado, a portuguesa Doroteia Peixoto venceu, pelo segundo ano consecutivo, a meia maratona feminina, já Daniel Pinheiro ficou em sexto na corrida masculina.

Mangkhut Filipinas Hong Kong Macau Continental China Haiyan Luzon meteorologia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)