Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Filma amiga a ser violada e divulga vídeo nas redes sociais

Depois de discussão, mulher vingou-se e convenceu um homem a violar a amiga inconsciente.
Pedro Zagacho Gonçalves(pedrogoncalves@cmjornal.pt) 2 de Setembro de 2017 às 13:37
Beth Rae Harris vingou-se da amiga e convenceu um homem a violá-la enquanto filmava
Beth Rae Harris vingou-se da amiga e convenceu um homem a violá-la enquanto filmava
Beth Rae Harris vingou-se da amiga e convenceu um homem a violá-la enquanto filmava
Beth Rae Harris vingou-se da amiga e convenceu um homem a violá-la enquanto filmava
Beth Rae Harris vingou-se da amiga e convenceu um homem a violá-la enquanto filmava
Beth Rae Harris vingou-se da amiga e convenceu um homem a violá-la enquanto filmava
Beth Rae Harris vingou-se da amiga e convenceu um homem a violá-la enquanto filmava
Beth Rae Harris vingou-se da amiga e convenceu um homem a violá-la enquanto filmava
Beth Rae Harris vingou-se da amiga e convenceu um homem a violá-la enquanto filmava

Uma jovem filmou uma amiga a ser violada e publicou o vídeo da violação no Snapchat. Tudo terá acontecido como vingança, depois das duas amigas terem discutido por causa de um homem que tinham conhecido numa festa em West Ridge, Chicago, nos EUA.

Beth Rae Harris, de 36 anos, fingiu ter perdoado a amiga e convidou-a para uma saída à noite. As duas foram para uma discoteca onde, segundo as autoridades, a vítima bebeu muito álcool.

Beth levou a amiga para sua casa e esta desmaiou devido ao álcool. Depois, Beth terá chamado um homem ao apartamento onde estava a amiga e convenceu-o a violar a jovem enquanto esta estava inconsciente. Gravou tudo e depois divulgou as imagens.

A vítima acordou com muitas dores mas só depois de ter visto os vídeos em que era violada percebeu o que se tinha passado. Imediatamente contactou as autoridades.

Beth Harris foi detida depois de ter sido identificada como a responsável pela divulgação das imagens da violação. Está acusada da disseminação não-consensual de imagens sexuais e aguarda julgamento na prisão de Cook County, sob uma fiança superior a 120 mil euros.

Cook County Snapchat Chicago West Ridge EUA Beth Rae Harris crime lei e justiça questões sociais violação
Ver comentários