Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Fingia que filha tinha leucemia para obter dinheiro

Uma mãe argentina fingiu que a sua filha, de apenas cinco anos, tinha leucemia para exigir mais dinheiro ao ex-marido em despesas alimentares.
11 de Novembro de 2011 às 16:28
Mãe chegou a rapar a cabeça à menina para dar mais credibilidade à história
Mãe chegou a rapar a cabeça à menina para dar mais credibilidade à história FOTO: Lusa

Para dar mais veracidade à história, a mulher rapou o cabelo à filha, colocava-lhe máscaras, dava-lhe medicamentos para tratamentos oncológicos e levou-a para uma zona rural. “É uma situação de crueldade infinita”, considerou a juíza do Tribunal Superior de Justiça de San Luis, a província onde ocorreu o caso, citada pelo jornal ‘Diario Popular’.

O caso chegou à justiça argentina em 2009, quando o pai da menina, depois de receber informações médicas de que a criança era completamente saudável, denunciou o engano. O tribunal atribuiu-lhe de imediato a custódia.

Segundo informações judiciais, a mãe padece de uma doença conhecida como síndrome de Munchausen, que se manifesta quando alguém maltrata uma criança para exercer algum tipo de poder.

Apesar da descoberta macabra, a progenitora conseguiu obter o direito de continuar a visitar a criança, um privilégio que o pai recusa. “Agora temos outro conflito. A mãe queixa-se que o ex-marido não cumpre com o regimento de visitas. O pai resiste e denuncia que, durante os encontros, a mãe golpeou a menina, agora com sete anos”, revelou uma funcionária judicial, em declarações ao mesmo jornal.

argentina mãe pai leucemia tribunal doença síndrome
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)