Flamengo assume "responsabilidades" pelo incêndio que matou 10 jovens

Centro de treinos em causa não possuía certificado contra fogos.
11.02.19
  • partilhe
  • 0
  • +
O Flamengo assumiu "todas as suas responsabilidades" pela morte de dez rapazes num incêndio no centro de treinos do clube de futebol, afirmou esta segunda-feira Eduardo Gussem, procurador-geral de Justiça do Ministério Público do Rio de Janeiro.

"A presidência do Flamengo assumiu todas as suas responsabilidades em relação ao evento (incêndio no centro de treinos), e comprometeu-se a dar todo o tipo de acolhimento às famílias e entregou à Defensoria Pública a condução dessa negociação com as famílias para um reparo imediato", declarou Gussem à imprensa brasileira, depois de uma reunião com os dirigentes do clube.

À saída do encontro, também o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, manifestou a vontade do clube em ser célere no processo de indmenização dos familiares das vítimas: "Falamos da nossa vontade de indemnizar essas famílias o mais rápido possível".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!