Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Fogo causa tragédia em teatro

Pelo menos 32 pessoas morreram e outras 37 ficaram feridas na sequência de um incêndio que deflagrou, ontem à noite, num teatro em Beni Suef, no Egipto, durante a representação de uma peça, anunciaram fontes oficiais esta terça-feira.
6 de Setembro de 2005 às 08:24
Entretanto, fontes médicas citadas pela cadeia de televisão por satélite Al-Jazeera, do Qatar, elevam o número de vítimas mortais para 39 e o dos feridos para 40, alguns dos quais em estado considerado muito grave, o que pode aumentar ainda mais o balanço final da tragédia.
De acordo com o governador da província, Anas Yafar, o incêndio foi causado pelas numerosas velas que a companhia teatral que interpretava a peça “Hamlet”, de Shakespeare, utilizava na representação, a primeira de uma digressão pelo país.
Segundo este responsável, algumas velas caíram no chão e atearam fogo a pedaços de papel. As chamas causaram o pânico entre as cerca de 150 pessoas que assistiam ao espectáculo e várias pessoas morreram em consequência da onda de pânico, quando tentavam fugir da sala.
A versão de Anas Yafar desmente assim qualquer origem criminosa do incêndio ocorrido em Beni Suef, na província com o mesmo nome do Alto Nilo, na margem ocidental do rio, cerca de 100 quilómetros a sul do Cairo. A sala onde ocorreu a tragédia tinha apenas uma saída, o que terá dificultado a fuga.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)