Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Forças sírias atacam funerais de manifestantes

As forças de segurança sírias dispararam este sábado sobre milhares de pessoas concentradas, em Damasco, nos funerais de manifestantes mortos na véspera, informaram o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) e militantes.
18 de Fevereiro de 2012 às 13:54
Contestação ao presidente da Síria não dá sinais de abrandar
Contestação ao presidente da Síria não dá sinais de abrandar FOTO: Reuters

"As forças do presidente Bashar al-Assad disparam sobre os participantes nos funerais e lançam gás lacrimogéneo para os dispersar", declarou à agência noticiosa francesa AFP Mohammad Chami, porta-voz dos militantes na província a que pertence a capital síria.

Na sexta-feira, realizaram-se manifestações contra o regime em Damasco, até agora mais habituada a concentrações em massa dos partidários do presidente. A repressão pelas forças de segurança causou pelo menos quatro mortos, entre os quais dois jovens de 11 e 13 anos, segundo o OSDH.

Militantes sírios apelaram aos habitantes de Damasco para fazerem "desobediência" no domingo, através de uma página da rede social Facebook, "A Revolução Síria 2011", que tem encorajado a contestação dos últimos 11 meses.

"O sangue dos mártires chama-vos à desobediência", escreveram os militantes dirigindo-se aos habitantes da capital.

Moaz Chami, dos Comités Locais de Coordenação (LCC), que organizam a contestação no terreno, disse à AFP que sexta-feira foi a primeira vez que as manifestações na capital se "estenderam aos bairros 'chiques'".

Síria Bashar al-Assad Damasco Disparos sobre manifestantes
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)