Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Fotos do regresso às aulas no Iémen retratam cenário de guerra do país

Imagens mostram que o conflito armado não inibe a vontade de aprender.
Correio da Manhã 12 de Setembro de 2019 às 12:01
Fotos do regresso às aulas no Iémen retratam cenário de guerra do país
Fotos do regresso às aulas no Iémen retratam cenário de guerra do país
Fotos do regresso às aulas no Iémen retratam cenário de guerra do país
Fotos do regresso às aulas no Iémen retratam cenário de guerra do país
Fotos do regresso às aulas no Iémen retratam cenário de guerra do país
Fotos do regresso às aulas no Iémen retratam cenário de guerra do país
Fotos do regresso às aulas no Iémen retratam cenário de guerra do país
Fotos do regresso às aulas no Iémen retratam cenário de guerra do país
Fotos do regresso às aulas no Iémen retratam cenário de guerra do país

Fotos partilhadas nas redes sociais no passado sábado mostram o cenário do regresso às aulas de uma escola primária na cidade de Taiz, no Iémen. As imagens revelam que a guerra no país não impede o desejo de aprender.

As fotografias publicadas pelo fotógrafo Ahmed Al-Basha no Twitter, dão a conhecer o cenário de uma sala de aula no Iémen. Durante a aula, as crianças ouvem atentamente o professor. Ao redor dos alunos, aquilo que se apresentava como uma escola primária normal, é agora um edifício em ruínas devido a um bombardeamento aéreo resultado do conflito armado que dura há já mais de quatro anos.

Na legenda das fotos, o fotógrafo descreve as imagens da seguinte forma:

"Uma sala de aula na escola primária de Al-Wafa em Taiz, Jabal Habashi. A escola foi destruída pela guerra no Iémen e continua próxima do local de conflito. Contudo, a educação prossegue."




A guerra civil Iemenita é um conflito entre duas entidades que reivindicam constituir o governo, juntamente com os seus apoiantes. O conflito tem sido marcado por massacres, excessos e a violação de direitos humanos.

De acordo com a Vanity Fair, desde que se iniciou o conflito armado, em 2015, já foram registadas pelo menos 10000 mortes e cerca de 60000 feridos. A Organização das Nações Unidas (ONU) refere que o país enfrenta uma das piores crises humanitárias da história e as crianças são as principais vítimas do conflito.

Iémen Taiz distúrbios guerras e conflitos conflito armado política educação escola crianças ONU.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)