Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

FRANÇA CONDENADA NO CASO PAPON

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos condenou a França por ter violado o direito a um julgamento “justo” do ex-colaborador do regime nazi Maurice Papon, condenado a dez anos de prisão em 1998, pela sua cumplicidade em crimes contra a Humanidade perpetrados durante a II Guerra Mundial.
25 de Julho de 2002 às 14:12
FRANÇA CONDENADA NO CASO PAPON
FRANÇA CONDENADA NO CASO PAPON
Esta sentença vai permitir aos advogados de Papon, actualmente com 91 anos, pedirem a revisão do processo ao Supremo Tribunal de Justiça gaulês. O antigo funcionário do regime de Vichy foi condenado por ter organizado a deportação de 1.600 judeus para os campos de concentração nazis, nomeadamente Auschwitz.

Os juizes do Tribunal Europeu consideraram que a França não permitiu a Papon ter acesso ao Tribunal Supremo, o que o impediu de ter direito a um julgamento justo, e ordenaram o pagamento de uma indemnização de 29.192 euros por gastos do processo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)