Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

França vai suspender profissionais de saúde que recusem ser vacinados contra a Covid-19

Muitos franceses acreditam que o sistema de saúde pode colapsar porque perderá imensos funcionários. 
Correio da Manhã 15 de Setembro de 2021 às 11:00
Vacinas Covid
Vacinas Covid FOTO: REUTERS/Sarah Meyssonnier

Em França, a partir desta quarta-feira, a vacina contra a Covid-19 é obrigatória para todos os profissionais de saúde, incluindo cuidadores e funcionários de lares. 

Alguns médicos, enfermeiros e cuidadores têm recusado a vacina devido a questões éticas pessoais ou por razões tradicionais como a crença de que possam existir efeitos secundários graves, embora estes nunca tenham sido confirmados cientificamente. 

Quem se recusar a levar a vacina é suspenso, fica sem salário e pode mesmo vir a ser despedido.

Ainda assim, milhares de profissionais de saúde continuam sem a vacinação completa, o que tem levantado questões acerca da sobrevivência do sistema de saúde.

O website francês Rfi revela que muitos franceses acreditam que o sistema de saúde vai colapsar, visto que, a partir desta quarta-feira perderá imensos funcionários. 

O crescimento de movimentos anti-vacinas neste e noutros países como os EUA e a Inglaterra levou o governo francês a adotar esta medida. 

 

 

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
França Covid-19 saúde questões sociais
Ver comentários