Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Francesa suspeita de comprar bebé

Uma cidadã francesa de 55 anos foi detida num cartório de Núcleo Bandeirantes, cidade da periferia de Brasília, ao tentar registar como filha uma menina de apenas um mês. As características físicas bem diferentes e a idade da francesa levantaram suspeitas na funcionária do cartório, que chamou a polícia.
15 de Dezembro de 2009 às 00:30

A mulher apresentou uma certidão que atestava o nascimento da menina no Hospital Regional de Taguatinga, outra cidade-satélite da capital federal brasileira, mas a polícia descobriu que o documento é falso, e levou a cidadã estrangeira para a esquadra. Ela e o brasileiro que lhe servia de intérprete foram libertados mais tarde sob fiança, mas o passaporte da francesa foi confiscado para não poder deixar o Brasil até que o caso seja totalmente esclarecido.

De acordo com a inspectora Vera Lúcia da Silva, que está a investigar o caso, entre os pertences da francesa foi encontrada uma declaração na qual uma mulher ainda não localizada afirmava doar de livre e expontânea vontade a criança à estrangeira.

Agora, as autoridades policiais vão tentar apurar se a menina foi realmente doada, comprada ou eventualmente roubada, e de que forma a mulher conseguiu obter o documento do hospital confirmando um nascimento que não aconteceu naquele local.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)