Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Francesa terá morto um terceiro filho

Após ter negado repetidas vezes, Véronique Courjault acabou por confessar na quarta-feira aos investigadores franceses que foi ela que matou os seus dois filhos, cujos corpos o marido encontrou no frigorífico quando viviam em Seul. Ontem, fontes próximas da investigação adiantaram que a francesa, de 39 anos, terá ainda confessado um terceiro infanticídio.
13 de Outubro de 2006 às 00:00
Véronique Courjault afirma que o seu marido não sabia nada
Véronique Courjault afirma que o seu marido não sabia nada FOTO: d.r.
Véronique e o seu marido Jean-Louis Courjault, de 40 anos, viviam com os seus dois filhos de dez e onze anos em Seul, onde ele era director executivo numa empresa. Em 23 de Julho, Jean-Louis telefonou à Polícia para participar que tinha encontrado corpos de duas crianças no congelador. Após um questionário ambos foram autorizados a ir de férias para França.
Testes de ADN revelaram posteriormente que eram os pais das crianças, tendo sido detidos em França. Agora, ela confessou ter morto um filho em Julho de 1999, em França.
Ver comentários