Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Frio continua a matar em Moscovo

A vaga de frio que afecta a região de Moscovo continua a causar vítimas. Esta última noite o mercúrio dos termómetros desceu até aos 30 graus negativos, com as autoridades locais a contabilizarem mais sete mortos nas ruas.
20 de Janeiro de 2006 às 11:12
Além das vítimas mortais, o frio glacial acompanhado por ventos gélidos obrigou ainda à hospitalização de 22 pessoas com sintomas de hipotermia. Desde o final de Outubro, já foram contabilizadas 123 mortos só em Moscovo, muitos dos quais sem-abrigo.
Entretanto, o serviço meteorológico prevê que as baixas temperaturas, abaixo dos 20 graus negativos, se mantenham pelo menos durante mais cinco dias, naquele que é já considerado o Inverno mais rigoroso dos últimos 26 anos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)