Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Frio dos últimos dias pode ser explicado pelo Vórtice Polar, que saiu do lugar

Aquecimento estratosférico repentino empurrou o vórtice polar para fora do Polo Norte.
Correio da Manhã 7 de Janeiro de 2021 às 16:52
Espanha regista temperatura mais baixa de sempre da Península Ibérica: -34ºC
Espanha regista temperatura mais baixa de sempre da Península Ibérica: -34ºC FOTO: GEtty

Um aquecimento estratosférico repentino traduziu-se no desequilíbrio do vórtice polar, que se movimentou e empurrou o ar frio para locais onde as temperaturas não costumam ser tão baixas, como na Europa e na América.

O vórtice polar situa-se a grandes altitudes, entre a estratosfera e a troposfera, e normalmente paira sobre o Polo Norte - também existe um vórtice polar na Antártida. Quando o vórtice polar está estável, o ar frio mantém-se sobre o Ártico, ajudando a manter o polo frio. Contudo, quando este vórtice polar enfraquece, muito por culpa do aquecimento estratosférico, pode dividir-se e começa a dirigir-se para sul, levando o frio para a América do Norte e a Europa.

É exatamente isso que está a acontecer este ano, com este evento excecional a influenciar o tempo nestas regiões, uma vez que com a sua chegada aumentam as hipóteses de fortes tempestades de neve e de rajadas de ar ártico.

De acordo com os especialistas, este fenómeno pode acontecer, em média, seis vezes a cada década e pode ter repercussões significativas durante semanas ou até meses. 

Recorde-se que esta quarta-feira, dia 6 de janeiro, registou-se em Espanha, no Clot del Tuc de la Llança, nos Pirenéus, a temperatura mais baixa alguma vez registada na Península Ibérica: -34,1ºC.

Vórtice Polar meteorologia Frio Polo Norte
Ver comentários