Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Fritzl declara-se culpado de todas as acusações

Josef Fritzl, o austríaco acusado de ter mantido em cativeiro e violado a filha durante 24 anos e de ser responsável pela morte de um dos sete filhos nascidos dsta relação incestuosa, declarou-se esta quarta-feira culpado de todas as acusações que pendem sobre ele.
18 de Março de 2009 às 10:07
Fritzl declara-se culpado de todas as acusações
Fritzl declara-se culpado de todas as acusações FOTO: Reuters

No terceiro dia do julgamento que decorre desde segunda-feira num tribunal de St. Polten, a 65 quilómetros a Oeste de Viena (Áustria), o ‘monstro de Amstetten’ (como ficou conhecido) disse que pensou melhor e decidiu admitir a sua culpa em todas as acusações.

"Declaro-me culpado em todas as acusações que constam do auto", afirmou Josef Fritzl, de 73 anos, perante os juízes e jurados, um desenvolvimento inesperado neste caso que chocou a Áustria e o Mundo, desconhecendo-se ainda se esta mudança de atitude poderá acelerar o julgamento.   

Para a sessão de hoje está prevista a leitura da análise realizada por psiquiatras e de um neonatologista, sendo que o veredicto é esperado para quinta ou sexta-feira. Fritzl, que arrisca prisão perpétua pelo crime de homicídio por negligência, é também acusado de escravatura, violação, sequestro, incesto e coerção.  

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)