Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Fritzl podia ter sido preso antes

Elizabeth Fritzl e os filhos poderiam ter sido libertados anos antes se as autoridades austríacas não tivessem falhado dezenas de pistas. Quem o afirma é Stefanie Marsh, num novo livro sobre o homem que durante 24 anos manteve a filha trancada numa masmorra, violando-a mais de três mil vezes e fazendo-lhe sete filhos.
10 de Junho de 2009 às 00:30
O ‘Monstro de Amstetten’
O ‘Monstro de Amstetten’ FOTO: Reuters

No livro ‘Os Crimes de Josef Fritzl – Descobrir a Verdade’, publicado no Reino Unido, Marsh defende que, contrariamente à teoria dominante de que o ‘Monstro de Amstetten’ é astucioso e de que terá agido em extremo segredo, se trata de um criminoso descuidado, que foi preso duas vezes por fogo posto, outras duas por crimes sexuais e uma por violação.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)