Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Funcionário da petrolífera estatal acusado de corrupção detido na Venezuela

Chefe de lubrificadores da estatal Petróleos da Venezuela SA eleva para 3 o número de profissionais detido.
Lusa 5 de Março de 2020 às 09:46
PDVSA
PDVSA FOTO: REUTERS/Ivan Alvarado
O chefe de lubrificadores da estatal Petróleos da Venezuela SA (PDVSA) foi quinta-feira acusado de corrupção pelas autoridades venezuelanas, elevando para três o número de profissionais da empresa detidos em menos de uma semana.

Em comunicado, a PDVSA explica que Óscar Rafael Aponte Landaeta, presidente de Óleos e Solventes Venezuelanos SA (VASSA), uma empresa que pertençe à petrolífera venezuelana, foi detido na terça-feira.

"Esse cidadão, durante o exercício das suas funções, dedicou-se a desviar materiais estratégicos, como lubrificantes, graxas e ácido sulfónico, para outros estados (regiões) do país, que depois eram extraídos em contrabando para o estrangeiro; ações criminosas que foram cometidas pela manipulação dos sistemas de informáticos da empresa, ocultando irregularidades no despacho desses produtos", explica.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)