Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Funeral foi comício

O filho do falecido presidente sérvio Slobodan Milosevic condenou ontem o aproveitamento político do funeral do pai pelo Partido Socialista sérvio, que acusou de transformar a cerimónia fúnebre de sábado num “comício político”.
20 de Março de 2006 às 00:00
“Foi terrível, nem sei o que dizer. Estava sentado com a minha mãe em frente à televisão e não conseguia acreditar naquilo que estava a ver”, afirmou Marko Milosevic, que vive em Moscovo e decidiu não se deslocar à localidade sérvia de Pozarevac para assistir ao funeral por receio de ser detido pelas autoridades sérvias.
“Aquilo não foi um funeral, foi um comício político”, acrescentou Marko, condenando os responsáveis socialistas sérvios, que aproveitaram o funeral para fazer discursos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)