Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Furação Ian provoca "inundações catastróficas" na Florida e deixa 1,8 milhões de pessoas sem energia

2,5 milhões de pessoas receberam ordem de retirada.
Correio da Manhã, Maria Madeira e Ricardo Ramos 29 de Setembro de 2022 às 07:28
A carregar o vídeo ...
Furação Ian provoca "inundações catastróficas" na Florida e deixa 1,8 milhões de pessoas sem energia

Depois de deixar um rasto de destruição e mais de 11,3 milhões de pessoas sem eletricidade em Cuba, o furacão ‘Ian’ atingiu a Florida, nos EUA, com chuvas torrenciais e ventos de 250 km por hora.

Pelo menos duas pessoas morreram na região Oeste de Cuba e mais de 40 mil tiveram de abandonar as suas casas devido ao risco de cheias provocadas pelo furacão, que atingiu a ilha ainda com categoria 3.

Rumo aos EUA, o furacão ganhou intensidade, evoluindo para uma tempestade de categoria 4. Foi decretado o estado de emergência na Florida, onde 2,5 milhões de pessoas receberam ordem de retirada. O Centro Nacional de Furacões alertou para “ventos catastróficos” e “inundações costeiras perigosas”.

Segundo a Sky News, Biden recordou que a tempestade Ian é incrivelmente perigosa e pediu aos residentes para obedecerem aos avisos.

De acordo com o Gabinete do Met, os ciclones tropicais de categoria 4 são classificados como "extremos" e esperam-se "inundações catastróficas".

Ian Florida Estados Unidos meteorologia acidentes e desastres desastres meteorológicos
Ver comentários