Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Gabinete do Chávez vai ser transformado em museu

O gabinete no Palácio Miraflores, no centro da cidade de Caracas, capital da Venezuela, onde o recém-falecido presidente Hugo Chávez trabalhou por 14 anos vai ser totalmente preservado e transformado num museu.
12 de Abril de 2013 às 13:06

O anúncio foi feito pelo herdeiro político e sucessor indicado pelo próprio Chavez, o actual presidente em exercício e candidato governamental às presidenciais de domingo, Nicolás Maduro.

A sala de Chávez vai ser mantida exactamente como ele a deixou em Dezembro, ao embarcar para Cuba para fazer a quarta e última cirurgia contra o cancro que, no entanto, acabou por matá-lo no passado dia 5 de março.

Papéis, caneta, objectos pessoais, tudo vai ser mantido como ele deixou, danto a sensação de que o presidente acabou de sair mas volta daí a pouco.

Além do gabinete de trabalho, adiantou Maduro, serão preservados os aposentos onde Chávez viveu nos últimos 14 anos, e tudo será aberto à visitação popular. O Palácio Miraflores foi construído no final do século XIX e é a sede da presidência da Venezuela desde 1900.

“Vamos transformar boa parte de Miraflores num museu histórico da revolução e vamos deixar intacto o gabinete do comandante Chávez. Vai ser um museu para que o povo entre e conheça onde trabalhava, onde vivia e como vivia o comandante Chávez", afirmou Nicolás Maduro. E prometeu:“Eu vou cuidar por alguns anos, mas mesmo depois de mim será sempre a casa de Chávez.”

hugo chávez venezuela nicolas maduro palácio miraflores
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)