Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Gato bebé encontrado no lixo com explosivos presos ao corpo

Animal foi resgatado com queimaduras no pescoço e na boca.
Correio da Manhã 4 de Agosto de 2020 às 13:27
Gato bebé encontrado no lixo com explosivos presos ao corpo
Gato bebé encontrado no lixo com explosivos presos ao corpo
Gato bebé encontrado no lixo com explosivos presos ao corpo
Gato bebé encontrado no lixo com explosivos presos ao corpo
Gato bebé encontrado no lixo com explosivos presos ao corpo
Gato bebé encontrado no lixo com explosivos presos ao corpo
Gato bebé encontrado no lixo com explosivos presos ao corpo
Gato bebé encontrado no lixo com explosivos presos ao corpo
Gato bebé encontrado no lixo com explosivos presos ao corpo
Um gato bebé foi encontrado com queimaduras graves e explosivos presos ao corpo num caixote do lixo no Parque Ridge em Logan, sul de Brisbane, na Austrália.

A RSPCA de Queensland (RSPCA QLD) - Sociedade Real para a Prevenção da Crueldade contra os Animais de Queensland -, recebeu uma chamada a denunciar a situação às 21h30 do passado dia 27 de julho.

Os elementos da associação encontraram o pequeno Charlie com fita-cola à volta do pescoço, pernas e barriga, e acreditam que esta servia para segurar os explosivos. Os veterinários removeram a fita-cola e encontraram queimaduras no pescoço e boca do animal.

Dois dias depois do resgate de Charlie, os inspetores da Sociedade de protecção de animais e a Polícia de Queensland fizeram buscas numa casa em Crestmead, onde vivia um jovem com cerca de 20 anos.

Através de um comunicado, a associação revelou que foram alegadamente encontrados foguetes e explosivos dentro da casa, bem como drogas e uma arma de fogo. Foram igualmente encontradas fitas com pêlo de gato e um telemóvel com um vídeo de uma pessoa a acender explosivos presos ao animal. Não foram encontrados animais na propriedade.

Daniel Young, inspetor-chefe da RSPCA QLD, disse que a investigação está em andamento.

"Francamente, estou sem palavras. Como é que alguém pode tratar um animal desta forma e depois descartá-lo como lixo? É assustador", disse. "Esse nível de ofensas mostra uma completa falta de empatia e um nível muito perturbador de crueldade", rematou o inspetor.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)