Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Gelo no Ártico dilui-se duas vezes mais rápido do que se pensava, revela investigação

Investigadores da University College London recorreram a dados de satélite da Agência Espacial Europeia para analisar alterações na região.
Correio da Manhã 4 de Junho de 2021 às 11:00
O degelo no Ártico está a provocar mudanças no clima a nível global
Ártico
O degelo no Ártico está a provocar mudanças no clima a nível global
Ártico
O degelo no Ártico está a provocar mudanças no clima a nível global
Ártico
Uma nova investigação concluiu que partes do gelo do Ártico estão a derreter duas vezes mais rápido do que se pensava.

Os investigadores da University College London (UCL) recorreram a dados de satélite da Agência Espacial Europeia para analisar as alterações na região.

Robbie Mallett, estudante de doutoramento na UCL Earth Sciences e principal autor do estudo, revelou que os cálculos anteriores se encontram desatualizados.

Em declarações à Sky News, Mallet explicou que o gelo está a formar-se cada vez mais tarde, o que leva a que a neve tenha menos tempo para se acumular.

"Os nossos cálculos têm em conta esta queda na profundidade da neve pela primeira vez e sugerem que o gelo marinho está a diminuir mais rápido do que pensávamos", admitiu.

O aumento do degelo contribui para uma maior vulnerabilidade das zonas costeiras, que se tornarão mais expostas a eventos climáticos extremos.

UCL Ártico ciência e tecnologia gelo degelo alterações climáticas cientistas invesitgadores
Ver comentários