Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Geórgia organizou “genocídio” do povo osseta

O inquérito russo sobre a guerra georgiano-russa de Agosto concluiu que a Geórgia organizou o “genocídio” do povo osseta na província rebelde da Ossétia do Sul, de acordo com Alexandre Bastrykine, chefe de inquérito do comité da procuradoria russa.
23 de Dezembro de 2008 às 15:52
Geórgia organizou “genocídio” do povo osseta
Geórgia organizou “genocídio” do povo osseta FOTO: Zurab Kurtzikidze/Epa

“Podemos dizer que fomos testemunhas do genocídio do povo osseta”, declarou o inquiridor na apresentação dos resultados à imprensa.

“Isto permite-nos colocar a questão da responsabilidade dos dirigentes (georgianos), qualquer que seja a sua função”, revelou Bastrykine, adiantando que, por outro lado, foram mortos 162 ossetas do sul e não 500 como relataram as autoridades da Ossétia do Sul.

 

“O importante não é o número, o importante é que determinámos que se tratou de uma acção consciente e planeada (dos georgianos) para destruir os ossetas enquanto grupo étnico”, explicou.

A Geórgia tentou em Agosto retomar  o controlo da província rebelde da Ossétia do Sul, o que levou o Exército russo a intervir, invadindo uam parte do território georgiano.

 

Após o conflito, a Rússia reconheceu a independência das duas regiões separatistas, Ossétia do Sul e Abkházia, que não eram controladas de facto por Tbilissi desde o início da década de 1990.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)