Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Geórgia: seis mil manifestantes exigem saída do presidente

Cerca de seis mil apoiantes da oposição na Geórgia manifestaram-se este sábado, em Tbilissi, para exigir a demissão do presidente, Mikheil Saakachvili, que acusam de autoritarismo, constatou um jornalista da France Presse.
21 de Maio de 2011 às 15:52

Em resposta a um apelo do movimento da oposição Assembleia Nacional, os manifestantes desfilaram pelas ruas da capital com 'slogans' exigindo a saída do presidente, antes de se concentrarem numa praça do centro de Tbilissi.  

Nino Bourdjanadzé, ex-presidente do Parlamento e figura de proa da revolução que levou Saakachvili ao poder em 2003, considerou a manifestação "um combate decisivo".  

"Estamos a bater-nos pela democracia contra o neo-bolchevismo", declarou.  

O movimento Assembleia Nacional acusou as autoridades de terem interpelado vários simpatizantes e apreendido os seus carros antes da manifestação, acusações consideradas "completamente falsas" pelo Ministério do Interior. 

Na cidade foi colocado um forte dispositivo policial antes da manifestação, nomeadamente em frente ao Parlamento.  

Saakachvili, considerado um pró-ocidental, tem sido acusado nos últimos anos de deriva autoritária e já em 2009 a oposição organizou manifestações para exigir a sua saída.  

georgia manifestação protesto Mikheil Saakachvili
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)