Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Governo da Venezuela intervém em fábrica de papel higiénico

País tem sentido escassez de bens de primeira necessidade.
22 de Setembro de 2013 às 13:18
Papel higiénico tem sido produto escasso na Venezuela
Papel higiénico tem sido produto escasso na Venezuela

O governo da Venezuela decretou intervenção na Manpa, a maior fábrica de papel higiénico do país, produto que nos últimos meses se tornou o símbolo da gravíssima escassez de bens de primeira necessidade. A intervenção é por tempo indeterminado e foi anunciada como medida para tentar restabelecer o abastecimento desse produto no país.

“A decisão foi tomada porque se observou a vulnerabilidade do direito do povo ao acesso ao papel higiénico”, afirmou aos jornalistas Karlín Granadillo, chefe da agência reguladora Superintendência Nacional de Custos e Preços, ao explicar a medida.

De acordo com o pouco que o executivo do presidente Nicolás Maduro divulgou, a Manpa vai ficar ocupada por forças do governo e passará a ser gerida por pessoas da confiança do chavismo. A ideia é controlar a produção, distribuição e comercialização do papel higiénico em toda a Venezuela, onde o produto raramente se vê nas prateleiras dos supermercados e só se consegue adquirir no mercado negro a preços exorbitantes.

Para Maduro e os seus ministros, a enorme crise de abastecimento de alimentos, remédios e produtos de higiene, entre outros, é provocada propositadamente pelos grandes empresários, que, na opinião do partido no poder, querem fomentar uma grande insatisfação popular visando a queda do governo. Já para os empresários, um dos maiores motivos para a escassez de produtos é o rígido controlo do câmbio por parte do governo de Maduro, que impede as empresas de adquirirem os dólares necessários à importação dos produtos e das matérias primas em falta.

Manpa governo Venezuela fábrica papel higiénico escassez
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)