Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Governo nega venda

Jornal russo afirma que Rússia comprou apoio timorense em troca de ‘favor’ a Xanana
27 de Agosto de 2013 às 01:00
Poemas do primeiro-ministro no centro da polémica
Poemas do primeiro-ministro no centro da polémica FOTO: Antonio Dasiparu/EPA

O governo de Timor-Leste rejeitou ontem que tenha existido compra do voto timorense por parte da Rússia para a organização da Exposição Mundial de 2020 a troco da edição em língua russa de poemas do primeiro-ministro Xanana Gusmão.

O chefe da diplomacia de Díli, José Luís Guterres, afirmou que "em nenhuma ocasião se falou em compra de votos" aquando da visita de uma delegação russa a Timor para discutir a candidatura da Rússia à Expo 2020.

Recorde-se que o jornal russo ‘Novaya Gazeta’ noticiou, citando documentos diplomáticos, que Moscovo comprara o apoio de Timor-Leste para a organização da referida exposição mundial.

Segundo o jornal, o governo de Díli terá vendido o seu voto pela tradução e edição em russo da coletânea de poemas ‘Meu Mar’, do primeiro-ministro Xanana Gusmão.

Timor Xanana Gusmão Governo Rússia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)