Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Grava violação com a câmara do iPad

Um iraniano de 24 anos emigrado no Reino Unido foi condenado a seis anos de prisão por ter violado uma mulher nos arredores de Manchester enquanto gravava tudo com a câmara do seu iPad. O vídeo foi exibido numa sessão do julgamento e terá contribuído para a condenação.
14 de Janeiro de 2013 às 19:38
Hesam Khosravi apontou o iPad à vítima enquanto a forçava a fazer-lhe sexo oral
Hesam Khosravi apontou o iPad à vítima enquanto a forçava a fazer-lhe sexo oral FOTO: D.R.

Segundo o 'Daily Mail', Hesam Khosravi apontou o iPad para a vítima enquanto a forçava a despir-se e a fazer-lhe sexo oral, sob a ameaça de uma faca. Depois de consumar a violação, pontapeou-a e bateu-lhe na cabeça.

No vídeo, com a duração de 30 minutos, são audíveis os risos e comentários do agressor sexual, proferidos em língua farsi, enquanto a vítima chorava e soluçava.

O iPad foi encontrado pela polícia no âmbito de outra investigação, mas o emigrante iraniano começou por argumentar que as imagens chocantes não passavam de uma fantasia sexual.

O iraniano estaria sob o efeito de drogas durante o ataque, cometido na localidade de Trafford, e deverá ser deportado depois de cumprir a sua pena.

Ver comentários