Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Grécia desafia UE e apoia reformados

Governo grego ignora ameaça de credores e aprova apoio de Natal aos pensionistas .
Francisco J. Gonçalves 17 de Dezembro de 2016 às 13:49
Tsipras visitou Berlim e defendeu, junto da chanceler Angela Merkel, a decisão de ajudar os reformados gregos
Tsipras visitou Berlim e defendeu, junto da chanceler Angela Merkel, a decisão de ajudar os reformados gregos FOTO: Reuters
A Grécia desafiou esta sexta-feira os credores internacionais, ao aprovar um pacote legislativo para dar um bónus de Natal aos reformados com pensões mais baixas. O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, defendeu a medida afirmando que "não põe em risco o programa nem o excedente orçamental de 2016".

Para impedir Tsipras de avançar, os credores ameaçaram suspender um acordo firmado no início do mês para aliviar a dívida grega de curto prazo. Antes de uma reunião em Berlim com a chanceler alemã, Angela Merkel, Tsipras defendeu o bónus, frisando que a economia grega está em momento positivo e que o seu governo superou os objetivos de receitas para 2016. "Temos de curar as feridas da crise e ajudar os que fizeram sacrifícios em nome da Europa e da estabilidade europeia", afirmou Tsipras.

O ministro grego das Finanças defendeu também o apoio aos reformados. "O povo grego tem de ver que os sacrifícios dos últimos seis, sete ou oito anos estão, por fim, a ter resultados", afirmou Euclides Tsakalotos.

O bónus extraordinário foi aprovado depois de na noite de quinta-feira mais de cinco mil reformados desfilarem por Atenas com cartazes em que se lia: "Chega!"

A Alemanha pediu uma verificação para determinar se a medida grega está em linha com as obrigações do resgate. Na verdade, a Grécia estava obrigada a consultar os parceiros europeus antes da decisão, algo que Tsipras não fez.
Grécia Natal Alexis Tsipras Berlim Angela Merkel Europa Atenas política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)