Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Greta Thunberg na Cimeira do Clima em Madrid: "Não se pode esperar nem mais um minuto"

Ativista exige “ações concretas” dos líderes políticos porque “há pessoas a sofrer e morrer” por causa das alterações climáticas.
Ricardo Ramos 7 de Dezembro de 2019 às 01:30
Greta Thunberg liderou manifestação para exigir mais ação dos políticos
Greta Thunberg em Madrid: 'Alguns querem silenciar os jovens, têm medo da mudança que trazemos'
Greta Thunberg chega a Madrid
Greta Thunberg junta-se a milhares de manifestantes na Marcha pelo Clima em Madrid
Greta Thunberg junta-se a milhares de manifestantes na Marcha pelo Clima em Madrid
Greta Thunberg junta-se a milhares de manifestantes na Marcha pelo Clima em Madrid
Greta Thunberg em Lisboa
Greta Thunberg liderou manifestação para exigir mais ação dos políticos
Greta Thunberg em Madrid: 'Alguns querem silenciar os jovens, têm medo da mudança que trazemos'
Greta Thunberg chega a Madrid
Greta Thunberg junta-se a milhares de manifestantes na Marcha pelo Clima em Madrid
Greta Thunberg junta-se a milhares de manifestantes na Marcha pelo Clima em Madrid
Greta Thunberg junta-se a milhares de manifestantes na Marcha pelo Clima em Madrid
Greta Thunberg em Lisboa
Greta Thunberg liderou manifestação para exigir mais ação dos políticos
Greta Thunberg em Madrid: 'Alguns querem silenciar os jovens, têm medo da mudança que trazemos'
Greta Thunberg chega a Madrid
Greta Thunberg junta-se a milhares de manifestantes na Marcha pelo Clima em Madrid
Greta Thunberg junta-se a milhares de manifestantes na Marcha pelo Clima em Madrid
Greta Thunberg junta-se a milhares de manifestantes na Marcha pelo Clima em Madrid
Greta Thunberg em Lisboa
A jovem ativista sueca Greta Thunberg exigiu esta sexta-feira "ações concretas" dos políticos reunidos na Cimeira do Clima em Madrid (COP25), lembrando que "há pessoas a sofrer e a morrer" por causa das alterações climáticas.

Greta, que chegou esta sexta-feira de manhã a Madrid após uma viagem de dez horas de comboio a partir de Lisboa - parte da qual numa automotora a diesel devido à falta de eletrificação da linha entre Orono e Medina del Campo -, foi a estrela da grande manifestação que ao final da tarde reuniu dezenas de milhares de pessoas no centro da capital espanhola.

Tantas que a jovem ativista acabou por ficar bloqueada sem conseguir avançar e teve de ser ‘resgatada’ pela polícia, que a levou de carro até ao palanque onde discursou no final da marcha. Antes já tinha dado uma conferência de imprensa onde, perante mais de 400 jornalistas, afirmou que a crise climática "continua a ser ignorada pelos poderosos".

"Estamos a ser cada vez mais ouvidos, mas isso ainda não se traduziu em ação política", lamentou Greta, lembrando que "há mais de um ano que fazemos greves pelo clima e, basicamente, nada aconteceu".

"Espero do fundo do coração que a COP25 alcance coisas concretas e que aumente a consciencialização da população para a luta contra a crise climática. Não se pode esperar nem mais um minuto."
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)