Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Greve-geral em Espanha com nove feridos e 58 detidos

Incidentes em vários pontos de Espanha, com 58 detidos e nove feridos, incluindo seis polícias, marcaram as primeiras horas da greve geral que esta quinta-feira vive o país, com sindicatos, organizações patronais e Governo a destacarem a normalidade da jornada.
29 de Março de 2012 às 10:56
Greve-geral, Espanha, Electricidade, Feridos, Detidos, Sindicatos, Governo
Greve-geral, Espanha, Electricidade, Feridos, Detidos, Sindicatos, Governo FOTO: Reuters

Apesar dos incidentes, que ocorreram em piquetes informativos em alguns pontos do país, os serviços mínimos acordados estão a ser cumpridos em sectores como os transportes, que, a par da indústria (especialmente automóvel) e das minas, registam a adesão mais elevada.

Os sindicatos referem que a adesão em alguns casos, como em fábricas no Norte, nos portos ou em alguma distribuição, é de próxima dos 100%, tanto nos turnos da madrugada como da manhã.

O Governo, por seu lado, ainda não falou de adesão global, mas os responsáveis regionais de Madrid referem haver uma adesão entre os funcionários públicos de menos de três por cento.

Já as patronais empresariais CEOE e CEPYME afirmaram, em comunicado, que a situação é de "grande normalidade", com empresas abertas e a maioria dos trabalhadores nos seus postos de trabalho.

Alguns dos grandes mercados urbanos de distribuição estiveram bloqueados e vários setores, como a indústria e os transportes, registam adesões significativas, segundo os sindicatos.

Madrid, Barcelona, Valência, Sevilha e Saragoça registaram nos seus mercados tentativas de bloqueio durante toda a madrugada, com a polícia a ter que fazer cordões de segurança para permitir a passagem de camiões.

Em Saragoça chegou a haver confrontos entre polícias e membros do piquete de greve, tendo sido detido um responsável sindical.

Além de bloqueios em vários locais, as autoridades registaram outros incidentes isolados, incluindo o lançamento de pregos para uma estrada de acesso a Barcelona, o que levou a que vários veículos tivessem pneus furados.

O consumo eléctrico em Espanha caiu 20% durante a madrugada e primeiras horas da manhã desta quinta-feira, em comparação com quinta-feira passada, o que é atribuído a um efeito da greve geral, em curso desde as 00h00.

Greve-geral Espanha Electricidade Feridos Detidos Sindicatos Governo
Ver comentários