Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Grupo de extrema-direita turco reivindica atentado

A organização de extrema-direita Brigadas da Vingança Turca reivindicou a autoria do atentado bombista perpetrado terça-feira em Diyarbakir, cidade de maioria curda no sudeste da Turquia, que vitimou onze pessoas, entre as quais cinco crianças. No entanto, a informação foi recebida com cepticismo pelas autoridades turcas.
14 de Setembro de 2006 às 12:47
Na sua página na Internet, a organização de extrema-direita, além de reivindicar o atentado, mostra também uma fotografia da alegada bomba utilizada, que corresponde com a descrição feita pela Polícia, revelam o canal de televisão ‘Star’ e a agência noticiosa pró-curda Firat.
As Brigadas da Vingança Turca prometem levar a cabo novos atentados em resposta aos ataques dos rebeldes curdos na Turquia. “Por cada turco que o Partido dos Trabalhadores do Curdistão mate no Ocidente, nós mataremos dez curdos”, ameaça o grupo de extrema-direita, aludindo aos atentados perpetrados pelos rebeldes independentistas curdos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)