Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

GRUPO DE ZARQAWI REIVINDICA ATAQUES

Um grupo ligado ao terrorista jordano Abu Musab al-Zarqawi, considerado o representante da Al-Qaeda no Iraque, reivindicou os ataques lançados esta terça-feira, em Bagdad, contra dois ministros do governo interino iraquiano, que causaram pelo menos cinco mortos e mais de uma dezena de feridos, sem que os governantes tivessem sido atingidos.
24 de Agosto de 2004 às 12:35
Grupo ligado a Abu Musab al-Zarqawi reinvindicou ataques contra ministros iraquianos
Grupo ligado a Abu Musab al-Zarqawi reinvindicou ataques contra ministros iraquianos FOTO: d.r.
Num comunicado difundido num site islâmico na Internet, o Grupo Tawhid e Jihad prometeu também que da próxima vez não falhará. “Esta manhã, um heróico guerreiro das nossas brigadas suicidas atacou um pilar da infidelidade, o ministro do Ambiente, Mishkat Moumin. Gostaríamos de dizer-lhe a ele e aos seus colegas que, apesar de pensarem que escaparam hoje, temos muitas mais setas na nossa aljava e da próxima vez não falharemos”, avisa.
Dois carros armadilhados conduzidos por dois suicidas foram lançados, esta manhã, contra colunas de veículos em que seguiam a ministra da Educação, Sami al-Mudhaffar, e o ministro do Ambiente, quando estes se preparavam para abandonar o bairro de Qadissiyah, na zona Oeste de Bagdad, onde vivem os governantes iraquianos. Os dois ataques causaram a morte a pelo menos cinco guarda-costas que acompanhavam os ministros.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)