Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Grupos anti-aborto otimistas com possível decisão do Supremo dos EUA

Supremo Tribunal pode revogar direito à interrupção voluntária da gravidez e voltar à situação que existia antes de 1973.
Lusa 14 de Maio de 2022 às 07:19
Protesto a favor do aborto
Protesto a favor do aborto FOTO: Reuters
Organizações anti-aborto norte-americanas estão "otimistas" com a possibilidade de o Supremo Tribunal revogar o direito à interrupção voluntária da gravidez e consideram inúteis os protestos "pró-escolha" convocados para este sábado em todo o país.

Em declarações à Lusa, a organização Students for Life of America ('Estudantes Pró-Vida dos EUA') admitiu que foi "emocionante" ler a notícia de que o Supremo se prepara para reverter a histórica decisão de 1973 conhecida como 'Roe v. Wade', que protege como constitucional o direito das mulheres ao aborto, frisando que permanece "cautelosamente otimista", uma vez que o Tribunal ainda não divulgou sua decisão final.

Se anulada a decisão 'Roe v. Wade', os Estados Unidos voltarão à situação que existia antes de 1973, quando cada estado era livre de proibir ou autorizar a realização de abortos.

Ver comentários