Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Guarda prisional morre durante fuga com suspeito de homicídio nos EUA

Casal, em fuga desde 29 de abril, foi intercetado pela polícia 11 dias depois.
Correio da Manhã 10 de Maio de 2022 às 15:06
A carregar o vídeo ...
O momento da detenção do suspeito de homicídio que estava em fuga após evadir-se de prisão nos EUA
A guarda prisional que fugiu com um suspeito de homicídio de uma prisão do Alabama, nos EUA, a 29 de abril, não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital depois de ter disparado sobre si mesma com uma arma no momento em que foi encontrada em Indiana pelas autoridades norte-americanas com Casey White. 

O homicida de 38 anos, com quem a guarda prisional tinha alegadamente uma "relação especial", foi preso 11 dias depois da fuga da prisão na cidade de Lauderdale.

Segundo a BBC, que cita as autoridades norte-americanas, Casey White foi vista a sair de um hotel em Evansville, Indiana, com uma peruca antes de entrar num carro dirigido por Casey White. Quando estes perceberam da presença da polícia, colocaram-se em fuga, dando origem a uma perseguição policial.

A viatura dos suspeitos, um Cadillac preto, acabou por colidir com um carro da políica, altura em que Vicky White se alvejou. A mulher ficou gravemente ferida e acabou por não sobreviver aos ferimentos e morreu já no hospital.

Segundo as autoridades, Vicky White e Casey White tinham sido vistos pela última vez quando a guarda-prisional supostamente o iria transportar num carro de patrulha da prisão para o tribunal da cidade para uma avaliação psicológica. 

Na altura, as autoridades admitiram a possibilidade de Vicky White ter ajudado a libertar o recluso sob coação e de que poderá estar em perigo.

EUA Vicky White Casey White
Ver comentários