Guerrilheiros deixam Ghouta

Radicais ligados à al-Qaeda saem de região cercada.
Por Francisco J. Gonçalves|11.03.18
  • partilhe
  • 0
  • +
Um grupo de uma dezena de guerrilheiros do Hayat Tahrir al-Sham (HTS), aliança de fações extremistas que inclui a Frente al-Nusra, ligada à al-Qaeda, deixou ontem Ghouta Oriental usando uma rota segura criada pelo governo sírio. Apesar disso, as tropas do regime continuaram a apertar o cerco e isolaram Douma, a maior cidade daquela região próxima de Damasco.

A rendição dos radicais era uma das condições do regime sírio e da Rússia para a suspensão dos bombardeamentos, mas a entrega dos guerrilheiros do HTS nada mudou no terreno.

A tomada de posições em Douma e noutros locais terá já partido Ghouta em três setores, primeiro passo para a ofensiva final que pode ter lugar nos próximos dias. A ofensiva contra Ghouta foi iniciada em fevereiro e já fez mais de mil mortos, na sua maioria civis. A Rússia e o regime sírio negam e dizem que visam somente os grupos terroristas.


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!