Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Guterres alerta para o risco da ONU ficar sem dinheiro até ao final do mês

Carta interna enviada aos funcionários de organização refere que estão a ser consideradas medidas para garantir o pagamento de salários.
Correio da Manhã 8 de Outubro de 2019 às 15:03
António Guterres
António Guterres FOTO: Reuters
O secretário-geral da ONU, António Guterres, alerta que a organização internacional pode ficar sem dinheiro até ao final do presente mês. 

A agência de notícias France-Presse (AFP) teve acesso a uma carta interna enviada na segunda-feira aos funcionários da organização internacional, onde António Guterres refere que estão a ser consideradas medidas para garantir o pagamento de salários até ao final do ano. 

Na carta, citada pela AFP, o secretário-geral da ONU admite que o orçamento operacional da ONU regista, desde o fim do mês de setembro, um défice financeiro de 230 milhões de dólares (cerca de 2019 milhões de euros). António Guterres considera, por exemplo, a possibilidade de adiar conferências e reuniões para que se reduzam os serviços prestados, assim  limitar as viagens oficiais ou efetuar uma economia considerada energética. 

A organização internacional tem cerca de 37 mil funcionários a trabalhar para o secretariado da ONU. 
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)