Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Guterres condena "ataque terrorista" com camião em Jerusalém

Quatro pessoas morreram e 17 outras ficaram feridas no domingo.
9 de Janeiro de 2017 às 18:24
António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas
António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas FOTO: EPA
O secretário-geral das Nações Unidas, o português António Guterres, condenou o "ataque terrorista" em Jerusalém, no domingo, no qual um camião atropelou um grupo de soldados israelitas, matando quatro pessoas e ferindo outras 17.

Guterres acrescentou, no entanto, que o atentado não poderá constituir um obstáculo no caminho dos esforços para retomar as negociações de paz entre Israel e Palestina.

Quatro pessoas morreram e 17 outras ficaram feridas no domingo quando um palestiniano lançou o camião que conduzia contra um grupo de soldados israelitas de visita a um local turístico de Jerusalém.

Guterres "condenou o ataque terrorista por parte de um atacante palestiniano", disse o porta-voz da ONU Stephane Dujarric.

"A violência e o terror não vão trazer uma solução para o conflito israelo-palestiniano - muito pelo contrário. (...) Todos os responsáveis por este tipo de atos devem ser levados perante a justiça, condenados e desacreditados. Os seus atos não devem afastar-nos da necessidade de um compromisso renovado para com o diálogo", sublinhou.

O ataque em Jerusalém ocorreu durante os preparativos para uma conferência internacional de paz sobre o Médio Oriente, prevista para 15 de janeiro em Paris.

Cerca de 70 países deverão estar presentes na conferência, para sublinhar o seu apoio a uma solução com dois Estados, com Israel e uma Palestina independente.

Israel opõe-se à iniciativa, liderada pela França, de retomar as negociações de paz, que surge na sequência de uma resolução no Conselho de Segurança da ONU para que Israel pare com a construção de colonatos em território palestiniano.

Os esforços de paz no conflito israelo-palestiniano estão parados desde que falhou uma iniciativa dos Estados Unidos em abril de 2014.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)