Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

HAITI E REP. DOMINICANA PEDEM AJUDA INTERNACIONAL

As chuvas torrenciais que têm caído desde o passado fim-de-semana na região das Caraíbas causaram o caos em várias regiões do Haiti e da República Dominicana, cujas autoridades já solicitaram ajuda urgente à comunidade internacional para fazer face à tragédia.
27 de Maio de 2004 às 11:55
Algumas localidades foram totalmente arrasadas
Algumas localidades foram totalmente arrasadas FOTO: Reuters
De acordo com os mais recentes balanços anunciados esta quinta-feira, neste momento estão já confirmados cerca de 1.700 mortos no Haiti e mais de 300 na República Dominicana, com várias localidades a serem totalmente arrasadas em ambos os países.
A mais recente estimativa do governo haitiano pode mesmo pecar por escassa, já que fontes do Programa Alimentar Mundial (PAM) assinalaram que o número de vítimas pode vir a aumentar nas próximas horas, à medida que a ajuda vai chegando às localidades mais castigadas pela intempérie
Segundo a protecção civil do Haiti, a maioria das mortes ocorridas neste país registaram-se em Fonds Vérettes, a sudoeste da capital, Port-au-Prince. Segundo as autoridades locais, a localidade foi praticamente arrasada pelas chuvas torrenciais, que afectaram ainda Grand Gosier e Mapou.
Na República Dominicana, o número de mortos também pode aumentar consideravelmente, já que há cerca de 375 desaparecidos. A maioria das vítimas registou-se na região de Jimani, junto à fronteira com o Haiti, 280 quilómetros a sudoeste da capital da República Dominicana, Santo Domingo.
Ver comentários