Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Halterofilista grávida de 9 meses levanta pesos

Mulher na reta final da gravidez choca ao mostrar a sua intensa rotina de exercícios nas redes sociais. O CM foi falar com um obstetra para saber quais os melhores comportamentos a ter durante a gravidez.
23 de Setembro de 2013 às 19:50
A norte-americana não poupa esforços apesar de se encontrar na fase final da gravidez
A norte-americana não poupa esforços apesar de se encontrar na fase final da gravidez FOTO: Facebook

Lea-Anne Ellison, de 35 anos, está apenas a duas semanas de dar à luz o seu terceiro filho. Mas mesmo a entrar na fase final da gravidez, Lea-Anne, que é ‘personal trainer’, não parou de praticar exercício físico. A mulher, de Los Angeles, levanta pesos em exercícios de halterofilismo e não deixa de esculpir o corpo por causa do filho que cresce na sua barriga.

A ‘personal trainer’ chocou os cibernautas ao publicar, no Facebook, fotografias suas a levantar pesos na 38ª semana de gestação. A imagem, partilhada a 15 de Setembro, já tem mais de 16 mil comentários, que divergem entre o apoio e as críticas ao seu comportamento.

Ainda na página pessoal desta mãe, é possível encontrar diversas imagens dos treinos físicos diários da desportista. Numa dessas fotografias está também a filha mais velha de Lea, que, apesar dos seus 12 anos, tem também o corpo definido e musculado, dando a entender que é seguidora dos comportamentos maternos e adepta da prática desportiva.

Há quatro anos, também a atleta Sarah-Jane Cousins e a modelo Nell McAndrew apareceram nas primeiras páginas de várias revistas porque não abrandaram os intensos ritmos de treino durante as gravidezes. Cousins chegou a ser fotografada a levantar pesos apenas 11 dias antes de dar à luz.

O Correio da Manhã falou com José Vicente Pinto, ginecologista, obstetra e ex-diretor da Maternidade Alfredo da Costa, que explicou que "todos os casos são diferentes mas os exercícios de halterofilismo são bastante agressivos para alguém que atravesse uma gravidez". Ao CM, Vicente Pinto deixou ainda vários conselhos para as grávidas:

 - A mulher deve parar de trabalhar durante o sétimo mês. Isto é o que sucede normalmente, mas deve ser tido em conta o nível de esforço que a sua atividade profissional envolve, podendo antecipar ou adiar o repouso;

 - Práticas como as de equitação ou andar de bicicleta não são de todo aconselhadas;

 - "A ignorância é o pior inimigo da gravidez". A mulher deve preparar-se para o parto, antecipando mentalmente o que vai acontecer;

 - A meditação e os exercícios de respiração, como acontece no ioga, são bastante importantes para que a mulher se prepare física e mentalmente para o parto;

 - Não são aconselhadas atividades físicas intensas ou de alta competição;

 - A mulher pode continuar a fazer exercício físico se este for moderado;

 - Nos casos de mulheres que já tenham abortado, não interessa se foi espontâneo, repentino ou por decisão da mulher, o repouso deve ser total;

 - Por volta do terceiro e quarto mês de gestação dá-se o período crítico da gravidez, onde a mulher terá de ter maior cuidado, pois é nesta fase que se desenvolve a placenta;

 - Tal como acontece no trabalho, a mulher deve reduzir drasticamente o esforço físico em casa a partir do sétimo mês. É este período que o bebé começa a assumir a posição final e o repouso é importante para um parto bem sucedido;

 - Consultem regularmente o médico e não hesitem em contactá-lo.

Lea-Anne Ellison exercício gravidez Los Angeles culturismo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)