Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Hamas aceita retirar milícias de Gaza

O primeiro-ministro palestiniano, Ismail Haniyeh, anunciou esta quarta-feira que o movimento de resistência islâmica, Hamas, acordou com o presidente da Autoridade Nacional Palestiniana, Mahmoud Abbas, após mais de duas horas de negociações, em remover as milícias das ruas de Gaza e integrá-las nas forças policiais.
14 de Junho de 2006 às 17:24
Haniegh anunciou a transferência dos três mil membros das milícias do Hamas sem contudo referir a data para a integração na Polícia.
Dezenas de funcionários públicos palestinianos invadiram hoje o Parlamento em Ramallah na Cisjordânia, para exigir o pagamento de salários em atraso. Gritando "temos fome" atacaram com garrafas os deputados do Hamas, no poder. A situação verifica-se desde que o governo tomou posse em Março passado. A insistência ao não reconhecimento do Estado de Israel e da não renúncia à violência conduziu às sanções internacionais e consequente corte nas ajudas monetárias.
Recorde-se que o Hamas levou ao Parlamento uma moção crítica da consulta popular marcada por Abbas para o dia 26 de Julho.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)