Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Haniyeh na mira de Israel

Israel não descarta a possibilidade de matar o primeiro-ministro palestiniano.
23 de Maio de 2007 às 00:00
Questionado por um jornalista se Ismail Haniyeh estava na lista dos líderes do Hamas a abater, o vice-ministro da Defesa israelita, Ephraim Sneh, respondeu: “Eu diria que sim. Não há ninguém entre os comandantes e líderes do Hamas que esteja imune a um ataque.”
Sneh corroborou assim as declarações feitas no domingo pelo ministro da Imigração israelita, Zeev Boim, segundo o qual os líderes do Hamas seriam atacados em força, inclusive o primeiro-ministro palestiniano.
Mantendo a retórica bélica, Sami Abu Zuhri, do Hamas, reagiu às ameaças de Sneh com um aviso: “Um ataque a Haniyeh ou a qualquer outro líder do Hamas implicará uma alteração nas regras do jogo, e a força ocupante (Israel) deverá estar preparada para pagar um preço sem precedentes.”
E enquanto ambas as partes trocam ameaças , no terreno mantêm- -se os ataques israelitas contra Gaza, bem como os disparos de ‘rockets’ palestinianos contra posições ‘ocupantes’. Além disso,Telavive fechou os territórios palestinianos no início da festa de Shavuot (Pentecostes).
Israel aposta agora na pressão internacional, com o ministro israelita da Defesa, Amir Peretz, a aproveitar a presença em Israel de Javier Solana, responsável europeu pela Política Externa e de Segurança, para exortar a UE a persuadir o Hamas a suspender os ataques com ‘rockets’. O mesmo objectivo levou o presidente palestiniano, Mahmoud Ab-bas, a Gaza.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)