Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Heróis anónimos ajudam vítimas

Cidadãos anónimos esquecem as próprias perdas e tornam-se voluntários para ajudarem pessoas que nem conhecem. São eles os verdadeiros heróis na tragédia que se abateu sobre várias cidades da região serrana do Rio de Janeiro, devastadas por uma tempestade que deixou pelo menos 630 mortos e 15 mil desalojados. Só ontem, quatro dias após a catástrofe, as Forças Armadas enviaram para a região homens e vários meios pesados.
17 de Janeiro de 2011 às 00:30
Para muitos habitantes da cidade agora é preciso recomeçar do zero
Recém-empossada presidente Dilma Rousseff viu dimensão do desastre numa viagem de helicóptero
Colocar as estradas transitáveis é essencial para as operações de socorro
Enxurrada de lama sepultou habitantes de Nova Friburgo residentes junto aos morros
Prioridade absoluta em Teresópolis é salvar o máximo possível de bens
Autoridades encontraram cadáveres em várias cidades do estado do Rio de Janeiro
Na sexta.feira os brasileiros voltaram a confrontar-se com o mesmo pesadelo da véspera
Muitos milhares de pessoas ficaram dependentes da ajuda alheia
Habitante da cidade de Nova Friburgo assiste à subida do nível da água
Mulher passa por cadáveres de vítimas da enxurrada em Teresópolis, uma das cidades mais atingidas
Voluntários distribuíram roupas e víveres aos desalojados
Ruas de Nova Friburgo transformaram-se numa zona de catástrofe
Para muitos habitantes da cidade agora é preciso recomeçar do zero
Recém-empossada presidente Dilma Rousseff viu dimensão do desastre numa viagem de helicóptero
Colocar as estradas transitáveis é essencial para as operações de socorro
Enxurrada de lama sepultou habitantes de Nova Friburgo residentes junto aos morros
Prioridade absoluta em Teresópolis é salvar o máximo possível de bens
Autoridades encontraram cadáveres em várias cidades do estado do Rio de Janeiro
Na sexta.feira os brasileiros voltaram a confrontar-se com o mesmo pesadelo da véspera
Muitos milhares de pessoas ficaram dependentes da ajuda alheia
Habitante da cidade de Nova Friburgo assiste à subida do nível da água
Mulher passa por cadáveres de vítimas da enxurrada em Teresópolis, uma das cidades mais atingidas
Voluntários distribuíram roupas e víveres aos desalojados
Ruas de Nova Friburgo transformaram-se numa zona de catástrofe
Para muitos habitantes da cidade agora é preciso recomeçar do zero
Recém-empossada presidente Dilma Rousseff viu dimensão do desastre numa viagem de helicóptero
Colocar as estradas transitáveis é essencial para as operações de socorro
Enxurrada de lama sepultou habitantes de Nova Friburgo residentes junto aos morros
Prioridade absoluta em Teresópolis é salvar o máximo possível de bens
Autoridades encontraram cadáveres em várias cidades do estado do Rio de Janeiro
Na sexta.feira os brasileiros voltaram a confrontar-se com o mesmo pesadelo da véspera
Muitos milhares de pessoas ficaram dependentes da ajuda alheia
Habitante da cidade de Nova Friburgo assiste à subida do nível da água
Mulher passa por cadáveres de vítimas da enxurrada em Teresópolis, uma das cidades mais atingidas
Voluntários distribuíram roupas e víveres aos desalojados
Ruas de Nova Friburgo transformaram-se numa zona de catástrofe

Foram os heróis anónimos, cidadãos comuns, que decidiram agir ao ver a dimensão da tragédia, salvando as primeiras vidas, retirando pessoas de casas prestes a ruir, às vezes tendo de se agarrar uns aos outros e a árvores para enfrentarem a tempestade. Resgatam corpos, organizam o trânsito nas cidades destruídas, cozinham para desalojados nos abrigos, ajudam nos enterros improvisados e confortam feridos ou pessoas que, tendo perdido tudo, deambulam pelas ruas sem destino.

Com a chegada do Exército, equipado com veículos todo-o--terreno e que ontem já resgatou 110 famílias isoladas, será possível chegar a regiões até agora inacessíveis. Onde não for possível chegar por terra, será usado um avião não tripulado, equipado com potentes câmaras, que localizará sobreviventes. O governador do Rio, Sérgio Cabral, decretou estado de calamidade nas cidades mais atingidas pelo temporal.

RIO DE JANEIRO BRASIL MAU TEMPO TEMPESTADE FERIDOS MORTE DESALOJADOS
Ver comentários