Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Homem apanhado a violar a filha de cinco anos disse que a estava "a ensinar"

Vítima demorou 40 anos a denunciar os abusos por medo do agressor.
15 de Maio de 2019 às 17:06
Abusos Sexuais
Menor
Abusos Sexuais
Abusos Sexuais
Menor
Abusos Sexuais
Abusos Sexuais
Menor
Abusos Sexuais
Um homem foi apanhado pela mulher a violar a filha de cinco anos. Passados mais de 40 anos a vítima, hoje com 51 anos, decidiu revelar os abusos de que foi alvo.

O caso remonta às décadas de 70 e 80, altura em que o suspeito terá violado a filha pelo menos 11 vezes na casa onde a família vivia, em Brisbane, na Austrália.

Quando apanhado pela mãe da menina o homem terá alegado que estava apenas a "ensiná-la" e que a criança era melhor sexualmente do que a mulher.

O caso seguiu para tribunal em 2016. Perante o juiz, a vítima revelou que sofreu de abusos sexuais entre os cinco e os 15 anos, sendo que a primeira vez que foi violada foi quando a mãe estava internada no hospital após dar à luz.

Em tribunal descreveu os abusos como "dolorosos e humilhantes" afirmando que lhe causaram problemas de "ansiedade e pesadelos". Conta que não denunciou o pai por medo que este cumprisse as ameaças que lhe fez e matasse a sua mãe.

O agressor foi condenado a uma pena de prisão e obrigado a pagar uma indemnização de cerca de 600 mil euros à vítima.
Brisbane Austrália questões sociais crime lei e justiça abusos menores
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)