Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Homem condenado à morte executado nos EUA após batalha para ter pastor religioso presente

Ramirez foi condenado por ter esfaqueado um funcionário 29 vezes, num assalto que rendeu pouco mais de um dólar.
Lusa 6 de Outubro de 2022 às 07:45
Terço.
Terço.
Um homem condenado à morte foi executado no estado norte-americano do Texas esta quarta-feira, mais de um ano após ter iniciado uma batalha judicial sobre a presença de um pastor de uma congregação religiosa na execução.

John Henry Ramirez, de 38 anos, recebeu a injeção letal na prisão de Huntsville e foi declarado morto às 18h41 de quarta-feira (00h41 desta quinta-feira em Lisboa).

Ramirez foi condenado por ter esfaqueado até à morte, em 2004, um trabalhador de 45 anos de uma loja de conveniência em Corpus Christi. As autoridades dizem que o funcionário foi esfaqueado 29 vezes num assalto que rendeu apenas pouco mais de um dólar.

John Henry Ramirez EUA Texas crime lei e justiça punição / sentença judicial (sistema de justiça)
Ver comentários