Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Herói enfrenta atirador do Texas e evita mais mortes

Ataque fez 26 mortos.
6 de Novembro de 2017 às 09:39
Stephen Willeford, o herói do Texas
Stephen Willeford, o herói do Texas
Johnnie Langendorff ajudou Stephen Willeford a apanhar atirador do Texas
Johnnie Langendorff ajudou Stephen Willeford a apanhar atirador do Texas
Igreja Batista atacada a tiro no Texas, Estados Unidos
Ataque no Texas faz mais de dezenas de mortos
Ataque no Texas faz mais de dezenas de mortos
Devin Patrick Kelley, o atirador do Texas
Devin Patrick Kelley, o atirador do Texas
Stephen Willeford, o herói do Texas
Stephen Willeford, o herói do Texas
Johnnie Langendorff ajudou Stephen Willeford a apanhar atirador do Texas
Johnnie Langendorff ajudou Stephen Willeford a apanhar atirador do Texas
Igreja Batista atacada a tiro no Texas, Estados Unidos
Ataque no Texas faz mais de dezenas de mortos
Ataque no Texas faz mais de dezenas de mortos
Devin Patrick Kelley, o atirador do Texas
Devin Patrick Kelley, o atirador do Texas
Stephen Willeford, o herói do Texas
Stephen Willeford, o herói do Texas
Johnnie Langendorff ajudou Stephen Willeford a apanhar atirador do Texas
Johnnie Langendorff ajudou Stephen Willeford a apanhar atirador do Texas
Igreja Batista atacada a tiro no Texas, Estados Unidos
Ataque no Texas faz mais de dezenas de mortos
Ataque no Texas faz mais de dezenas de mortos
Devin Patrick Kelley, o atirador do Texas
Devin Patrick Kelley, o atirador do Texas
Um residente da pequena Sutherland Springs evitou uma tragédia maior ao disparar sobre o atirador que, este domingo, fez 26 mortos numa igreja no Texas.

Segundo avança a CNN, um residente ouviu os disparos, pegou numa arma e enfrentou sem medos Devin Kelley, perseguindo o atirador. 

As autoridades não confirmam a identidade deste herói desconhecido, mas o Daily Mail avança que se trata de Stephen Willeford, um canalizador e motociclista de 55 anos, que não tem treino militar, mas sabe manusear uma arma. 

Uma testemunha, Johnnie Langendorffcontou à cadeia de televisão que o residente mobilizou quem passava pela zona para garantir que o atirador não escapava. As autoridades também já confirmaram que o homem conseguiu atingir o atirador, obrigando-o a fugir da igreja e evitando, assim, mais mortes. 

"Estava a passar de carro quando o atirador fugiu. Um residente, armado, explicou-me rapidamente o que se estava a passar e disse-me: 'Temos de apanhá-lo'. E foi isso mesmo que fizemos", adiantou Johnnie Langendorff, mecânico, que também tem sido considerado um herói por ter dado boleia a Willeford e ter seguido no encalço de Devin Kelley

"Conseguíamos ver o veículo e conseguimos chegar perto dele. Seguimos a alta velocidade ao tentar apanhá-lo e foi aí que ele perdeu o controlo do veículo e se despistou sozinho", explica a testemunha.

A influência do Willeford no desfecho desta tragédia não se ficou por aí. Vendo o atirador desprotegido no carro "pegou na arma e apontou para ele, dizendo-lhe para sair". "Não havia movimento. Ele talvez tenha ficado inconsciente com o embate, mas não tenho a certeza", conta a t estemunha, à CNN. 

Avisadas, as autoridades chegaram pouco depois e encontraram o atirador morto dentro do carro, com uma bala.
atirador CNN Texas Devin Kelley questões sociais crime lei e justiça morte
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)